Tratamento para piscina-raios ultravioleta-UV.

Assim como dissemos no artigo anterior, existem muitas formas de tratamentos para a água da piscina disponíveis no mercado. E como abordaremos sobre os mais utilizados, hoje em nossa série de artigos sobre este tema; o de hoje será sobre o tratamento para piscinas com raios ultravioletaUV.

Conheça um pouco sobre este tipo de tratamento:

– Raios Ultravioleta (UV)

O tratamento com raios ultravioleta consiste no uso de um aparelho de descontaminação da água da piscina, que inserido na tubulação emite um raio de luz ultravioleta C, eliminando algas, bactérias e fungos, devolvendo a água da piscina limpa e livre de resíduos.

A luz ultravioleta C é uma luz com comprimento de onda específico; uma radiação eletromagnética que provoca danos fotoquímicos no DNA de microrganismos, como bactérias, vírus, algas, protozoários, etc., impedindo a reprodução destes diversos tipos de microrganismos.

tratamento-raio-ultravioleta-piscinas-planalto-bh

É uma tecnologia limpa, pois não gera resíduos ao retornar a água para a piscina, e desta forma não afeta os usuários da piscina. Porém, só é tratada a água que passa pelo local onde a lâmpada, que transmite o raio ultravioleta se encontra, na direção em que o raio de luz atinge. E justamente por isso, este equipamento é instalado na tubulação da casa de máquinas. Mas infelizmente não é incomum que nem todos os microrganismos sejam atingidos pelo raio ultravioleta. Alguns podem servir de escudo para outros que vierem atrás, evitando que estes sejam atingidos pelo raio, que neste caso só eliminará os microrganismos que estiverem na frente já que o raio não terá contato com os outros.

tratamento-raio-ultravioleta-piscinas-planalto-bh1Apesar de ser uma tecnologia limpa, ela não é um oxidante, portanto não possui a capacidade de eliminar sujeiras como o suor, urina, gordura, dentre algumas outras. E neste caso, assim como no caso do ozônio, que explicamos no artigo anterior, se faz necessário o complemento do tratamento com o cloro, mas nas quantidades normais, para que se mantenha a proteção da água da piscina.

A economia é sempre bem vinda, mas quando compromete a saúde da água e dos banhistas, é considerada uma economia desvantajosa. Muitos proprietários de piscinas, buscando a economia no uso do cloro como tratamento da água da piscina, buscam alternativas de tratamento, mas não levam em consideração as recomendações indicadas para cada uma das supostas alternativas.

Não só a busca pela economia, mas também a sensação que acontece, por exemplo, no tratamento com o ozônio, que seria uma sensação de uma piscina sem cloramidas, ou seja, não irritaria a pele dos banhistas, não causaria alergias, não deixariam os olhos vermelhos, etc. É por isso que o uso do cloro está sendo reduzido ou muitas vezes eliminado no uso do tratamento de piscinas.

O que significa que os banhistas muitas vezes correm o risco por nadarem em águas tratadas de forma incorreta, e muitas vezes sem nem ao menos saberem destes riscos. Então fica uma dica para quem procura uma solução mais viável no tratamento da água da piscina; não eliminem o uso do cloro e nem reduzam sua quantidade, se o tratamento alternativo não indicar esta ação, pois pode prejudicar tanto a água da piscina, o material da piscina e principalmente os banhistas.

No caso do tratamento com raios ultravioleta, o tratamento pode eliminar até certa quantidade de microrganismos, mas não 100% deles, por isso o uso do cloro junto ao tratamento com raio ultravioleta se faz necessário.

A Piscinas Planalto recomenda que ao procurar uma alternativa de tratamento para a água da sua piscina, seja feita antes uma pesquisa detalhada sobre como o tratamento age e quais são as indicações do mesmo.

Em caso de dúvidas sobre estes e outros assuntos relacionados à sua piscina, entre em contato conosco. Fale conosco nos números (31) 34414314 / (31) 998367478WhatsApp / (31) 988118299. E sempre que puder, deixe seu comentário sobre o artigo em nosso site www.piscinasplanalto.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *