Piscina de vinil em Corinto-MG

 

Construir uma piscina de vinil já não é mais segredo pra ninguém. Hoje a quantidade de empresas que trabalham com construção de piscinas segue crescendo e o setor continua aquecido, mesmo com as incertezas atuais do nosso cenário econômico.

Contudo, é importante lembrar que, mesmo não sendo “segredo pra ninguém”, ainda é um serviço crítico que, quando mal feito, pode se tornar um verdadeiro pesadelo. No caso de vazamentos, por exemplo, você pode ter seu vinil danificado irreversivelmente além de muitos outros prejuízos, sem contar com a possibilidade de afetar a estrutura do solo onde a piscina foi construída, comprometendo a estabilidade estrutural da casa e etc… Ou seja: ainda é importante escolher uma empresa séria e experiente para executar a construção de sua piscina de vinil!

Hoje vamos começar uma série de artigos onde falaremos exatamente sobre a construção da piscina de vinil. Vamos abordar desde o local para a construção até à escolha da estampa e das cores do vinil. Acompanhe conosco e saberá exatamente como construir uma piscina de vinil!

Vamos começar falando sobre o local da construção da piscina…

Construção da piscina de vinil passo a passo

Local da construção

A primeira coisa que se deve observar é a presença de sombras de árvores e prédios no local da construção. É importante certificar-se de que o sol atinja a região da piscina a maior parte do dia.

Na hora de fazer a escavação do local onde ficará a piscina é importante deixar, 30cm a mais para todos os lados, a fim de comportar os tubos da instalação hidráulica. Desta forma, uma piscina de 9m de comprimento por 5m de diâmetro e 1,6m de profundidade deverá ser marcada como 9,60m de comprimento e 5,60m de diâmetro.

Depois de demarcar o local de escavação com estacas, deve-se conferir o nivelamento do local e certificar-se de que a piscina ficará ao menos 10cm acima do nível do solo para que a água da chuva não seja direcionada para dentro da piscina.

Utilizando fio de nylon deve-se conferir se a piscina está devidamente “em esquadro”. Para ter certeza de que a piscina está corretamente demarcada confira com o auxílio de uma trena, o tamanho das duas diagonais da piscina: as duas deverão estar com o mesmo tamanho.

Depois de conferir o esquadro, é hora de demarcar no solo o local da escavação. Para isto é comum utilizar cal.

Escavação do local

Depois de ter o local da escavação demarcado, é hora de começar a retirar a terra. Neste ponto, vale lembrar que deve-se escavar alguns centímetros a mais de profundidade. Estes centímetros a mais são necessários para fazer a concretagem do fundo e para a aplicação de vermiculita.

Estruturação da piscina

Depois de realizar a escavação da piscina, deve-se atentar para a furação das brocas. Elas devem ser furadas com distância máxima uma da outra de 2m. Deverão ter 1m de profundidade. Os baldrames deverão ser escavados com 15cm de profundidade e, para dar maior sustentação às paredes da piscina, deve-se utilizar duas barras de ferro de 3/8″ (três oitavos).

Devem ser utilizadas armações de ferro com a profundidade da broca somada à altura da piscina: ou seja, no caso desta piscina de 9x5x1,60, utilizaremos armações de ferro 3/8″ de 2,60 de altura sendo 1m da broca somado à profundidade da piscina (1,60m).

Depois de fazer a amarração dos baldrames e das brocas é hora de concretar e nivelar o solo que sustentará o levantamento das paredes da piscina.

Construção do tanque

Neste momento é hora de passar a tubulação do ralo de fundo da piscina, que deverá estar a 30cm da parede, de preferência passando pelo lado em que a casa de máquinas será construída.

Depois de concretar os baldrames e as brocas, é hora de começar a construção das paredes da piscina. Para isso, coloca-se os quatro cantos da piscina em esquadro, medindo-os e certificando-se de que haja dois centímetros de cada lado para aplicação do reboco. No caso desta nossa piscina de 9m x 5m x 1,60, devemos prever um espaço de 9,04m de comprimento e 5,04m de largura.

Levantamos as paredes da piscina sempre conferindo o prumo e, dependendo da profundidade da piscina, deve-se construí-la utilizando uma cinta de sustentação na parte central da altura da parede. Para piscinas com profundidades maiores, deve-se utilizar uma cinta de sustentação com espaçamento máximo de metro entre elas.

A cinta pode ser feita utilizando blocos do tipo canaleta concretados com um par de barras de ferro 3/8″ amarradas às colunas.

As paredes da piscina devem ser construídas começando com uma fiada de blocos canaleta concretados com um par de barras de ferro 3/8″ (três oitavos) e amarrados às colunas. A parede em si deve ser construída de maneira convencional mas lembrando sempre de que tanto a primeira quanto a última fiada de blocos devem seguir esta regra de colocação das barras de ferro 3/8″ para garantir a boa sustentação das paredes da piscina.

Depois de concretar as brocas e a última fiada de blocos das paredes, está pronta a estrutura básica do tanque da piscina.

Continua…

Para que o texto não fique muito grande, assim como sugerimos no título, vamos dividi-lo em várias partes. Ao final, teremos explicado do início ao fim o processo de construção de uma piscina de vinil. Continue acompanhando no texto “Fale conosco.